8 sinais de que você precisa de um site WordPress

Refazer um site envolve custos e hoje em dia tudo que envolve verbas nas empresas, precisa estudo, planejamento, aprovações, etc.

Vários aspectos indicam se o seu site ainda tem um sobrevida ou precisa ser trocado por um WordPress, por exemplo. Há casos ainda em que as mudanças são uma necessidade constante.

1. Saiba avaliar o perfil do seu visitante.

Se seus potenciais clientes são pessoas de nível sócio-cultural mais elevado, é muito provável que eles tenham apurado senso estético.
Eles não vão confiar em uma empresa que mantém um site antigo, desatualizado, aspecto abandonado, botões que não são atraentes ao clique, etc. Um site atual é uma questão de reputação da sua marca na web.

2.Seu site não aparece no Google.

Como o Google ranqueia seu site? Ele “julga”a importância da sua página para uma determinada palavra-chave buscada, mediante critérios técnicos e de conteúdo.

Ele vai verificar a idade da sua URL, se a palavra-chave está contida nela, nos títulos, no conteúdo do texto, varrer a estrutura, checar se o conteúdo é duplicado, procurar por um sitemap, nomes de imagens, descrição das imagens.

Se você boiou em metade destas questões, é sina de que é hora de arrumar o site.

3.Seu site fica impossível de se ler no smartphone.

Exemplo clássico de que é hora de trocar. Hoje em dia aposta-se nos sites responsivos, que são aqueles que se adaptam automaticamente a qualquer tamanho de tela. É bom saber que 60% das buscam já ocorrem em sistemas móveis e que essa mudança foi muito rápida, saltou de 15% para 60% em apenas dois anos. Considere uma atualização deste tipo.

4.Seu site é pobre ou não possui integração com redes sociais.

Este problema encerra vários outros que determinam que é hora de trocar de site, por exemplo, se seu site recebe atualizações de conteúdo constantemente e se esse conteúdo é compartilhável.

Há 80 milhões de brasileiros no Facebook, outros tantos no Instagram, outros milhões no Twitter, não usar ou não estar apto a fazer esse público circular em seu site, é um desperdício de oportunidade.

5.Seu site não recebe conteúdo atualizado

Seja qual for o seu negócio, você tem algo a falar sobre ele, sobre os clientes que usam este produto ou serviço, sobre as novidades do ramo. Não falar sobre isso, seja em blog, newsletter, notícias é um pecado e o Google vai te punir por isso. As pessoas buscam por termos de pesquisa, estes termos vão estar diluídos em textos que você divulga sobre o assunto.

6. Seu site não é WordPress

Óbvio, o próprio título do post diz, mas convém esclarecer o porquê em se recomendar o WordPress. O sistema nasceu como ferramenta de blog, mas se tornou o publicador de conteúdo mais poderoso do mundo, usado por 48% dos maiores blogs, 19% dos sites e chega a um número acima de 2 bilhões de sites.

O motivo é a facilidade de atualização ao longo do tempo, a quantidade de plug-ins que auxiliam no funcionamento, boas ferramentas para relacionamento com cliente e redes, enfim, um motor de publicação dos mais completos. Ele é gratuito o que significa redução nos custos de implementação, com muito mais qualidade de entrega.

7.Poucos clientes vêm a você através do site

Esta é uma clássica resposta de quem está completamente por fora do universo digital, dizer que os clientes vêm por indicação e raros através do site.

Noventa porcento dos negócios podem atrair muito mais gente via web do que por qualquer outro meio publicitário, exceto por enquanto, TV Aberta.

As ferramentas digitais quando usadas adequadamente e obedecendo técnicas rígidas de marketing digital, têm que estar gerando negócios via internet.

8.Eu não sei o perfil do meu visitante

Falamos disso no primeiro parágrafo, mais um clássico sinal de que é hora de mudar.
Hoje em dia ferramentas com o Google Analytics permitem que você tenha um enorme apoio na tomada de decisão no sentido de compreender o perfil do seu visitante e adequar o site à maiores conversões.