11 lições que os americanos tem para ensinar sobre campanha política digital
11 nov 2019
Compartilhar

11 lições que os americanos tem para ensinar sobre campanha política digital

Uma campanha política digital é uma ciência ainda a ser dominada. Muito antes da internet ser um meio de alcançar um público, as organizações investiam em campanhas publicitárias. A chave da Política sempre foi saber ouvir. Woodrow Wilson, que foi presidente dos Estados Unidos há cem anos, disse,

“O ouvido do líder deve tocar com as vozes do povo.”

Obviamente, muitas coisas mudaram ao longo do século.

Após o boom  das mídias sociais, as campanhas políticas precisaram criar estratégias digitais.

Essas estratégias foram desenvolvidas para apoiar os componentes-chave da campanha, como por exemplo, angariar fundos. Parecido com uma estratégia de marketing digital para empresas, o foco é em usar uma abordagem digital para entender melhor o público alvo.

Em ambos os casos, o objetivo final é mostrar dedicação, para o candidato ou talvez para um produto a ser vendido, entre o público. As campanhas abordam as necessidades das pessoas (e como o candidato ou o produto vai preencher essa lacuna). A visão fundamental das suas necessidades vem da observação das pessoas relevantes através das redes sociais.

Monitoramento de mídia na política é algo usado para ajudar o candidato a envolver seu público, constituir mensagens eficazes e emergir como um todo, uma tendência política perfeita para a era atual. Tais estratégias desenvolvidas com base nas abordagens clássicas usadas na política se revelam eficazes ainda hoje mas precisam ser portadas adequadamente para o universo digital onde a percepção é diferente do mundo off line.

Fazendo uso dessas lições na definição de estratégia digital da sua marca, você conseguirá alavancar a sua imagem e ajudar a construir uma forte conexão com seus clientes.

 

  1. Elaborando um modelo de monitoramento

Monitoramento de redes sociais por palavras-chave é bem mais fácil que monitorar a opinião do público nas ruas.

Comece com uma lista extensiva de termos e hashtags promovidas em redes como Twitter, Instagram, Facebook, etc. Descubra as pessoas que te seguem, que tenham escrito algo sobre você ou tenham curtido o que você posta. Sempre terá alguém que se inscreveu na sua lista de email ou interagiram no seu site, mas não se conectou com você nas redes sociais.

Você deve se conectar com elas. Fique de olho em hashtags do Twitter, comentários no Facebook, e palavras chave no Instagram relacionados ao seu negócio.

  1. Aumente seus horizontes

Encontre as pessoas que mencionaram sua marca ou produto nas redes sociais e peça-lhes para twittar com uma certa hashtag ou compartilhar um post falando sobre você.

Lembre que seus seguidores também tem seguidores. O seu alcance de marketing será amplificado se entrar em comunidades onde alguns deles são seus interlocutores, vetores naturais da sua mensagem.

  1. Identifique a procura e o envolvimento

A demanda pode se tornar um envolvimento se usar a abordagem certa. Preste atenção aos comentários, curtidas e posts que tem a ver com o seu candidato e faça contato com essas pessoas. Descubra o vazio na vida delas e prepare a sua mensagem de acordo com suas necessidades.

Acompanhe quem dentre eles curtiu ou comentou na sua página do facebook, te mencionou, compartilhou ou seguiu no Twitter ou os que se inscreveram na sua newsletter. Pois agora essas pessoas estão interagindo com você e mais abertas à conversão.

  1. Combine os seus dados de entrada e divulgação

Adicione todas as pessoas que te apoiam nas redes sociais à sua lista de marketing. Conecte-se com eles e peça pra que compartilhem a sua mensagem entre seus amigos. Dessa forma vão chover apoiadores, uma vez que eles já falarão sobre você. E, se sentirão intimamente ligados ao seu propósito, levando a um relacionamento duradouro.

 

  1. Descubra o que a audiência quer ouvir

Claramente esse é o alvo principal de uma estratégia de escuta social. Ouvir te ajuda a entender o ponto de vista do seu público alvo. Fazendo com que você consiga enfrentar melhor os desafios apenas prestando atenção ao que eles realmente desejam.

Para melhorar nisso, siga a concorrência e veja o que as pessoas têm a dizer sobre os seus propósitos. Compreender o motivo das pessoas se sentirem da forma que sentem leva ao descobrimento da abordagem certa para diferentes tipos de público.

  1. Mapeie um caminho para a interação

O fator decisivo para escolher o seu candidato (ou mesmo um produto) varia de pessoa para outra. Acompanhe a jornada online deles e avalie seus sentimentos para segmentar o seu público demograficamente.

Mapeie o seu caminho mental desde a indecisão até a fidelidade. As campanhas políticas usam essa abordagem para criar mensagens específicas para segmentos distintos de eleitores. Acompanhar a viagem do cliente vai ajudá-lo a entender qual mensagem funcionou e como melhorar a abordagem.

  1. Faça incursões de comunicação nas suas vidas

As campanhas políticas escalam e recrutam voluntários dentro de um prazo limitado, confiando um objetivo comum. Os apoiadores trazem mais pessoas que convencem a participar da causa, que, por sua vez, espalham mais ainda a mensagem.

Esse modelo de interação é ampliado pela rede social, onde os clientes que atestam o seu produto aumentam o interesse dentro de seus círculos sociais. Ter alguém que eles conhecem promovendo o seu produto é o melhor marketing que seu produto pode ter.

  1. Analise seus dados para entender o que funciona

Toda ação tomada por um cliente deve ser registrada e analisada, para ajudar a identificar os passos exatos que levam à sua conversão. Por exemplo, descobrindo a porcentagem de pessoas que se registraram no site e o seguiram no twitter. Isso responderá quais tendências estão te atrasando e quais levarão a uma melhor estratégia de campanha.

  1. Fortaleça a sua reputação nas redes sociais

Interações sociais ajudam a apresentar a sua marca ao público. Desenvolva a personalidade da sua marca através de conversas em redes sociais com esses termos:

  • Marcando presença em discussões nos comentários
  • Acrescentando algo importante a uma conversa
  • Lidando com pessoas grosseiras e comentários negativos de forma pacífica
  • Interagindo com pessoas que discordam de você de uma maneira positiva

Escolha suas batalhas sabiamente e aprenda a deixar as coisas pra lá (as pessoas são horríveis muitas vezes).

  1. Melhore através de uma competição saudável

Lembra da sugestão de seguir seus concorrentes? Monitorar a sua postura e mensagens irão iluminar suas fraquezas e ajudá-lo a melhorar a longo prazo.

Pergunte a si mesmo:

  • A apresentação da marca está bem estruturada?
  • Quão confiáveis são as queixas e os comentários negativos?
  • Qual é a melhor abordagem feita pelo concorrente que está forçando a sua campanha?

Quem te ajuda a crescer são aqueles que te forçam e colocam em foco. Acompanhe o que dizem sobre o seu negócio e isso irá expor as falhas da sua marca.

  1. Adote uma estratégia de mensagem específica

As campanhas políticas acrescentam informações dadas por eleitores para mostrar um quadro realista ao eleitorado. Isso os ajuda a entender os problemas específicos que afligem os eleitores. Acrescente essa abordagem ao seu monitoramento digital e observe como e por que falam do seu produto.

Descubra isso através de palavras chave e entenda como as pessoas estão vendo o seu produto. Isso se mostra muito útil na criação de uma visão a partir de dados de mídia social.

Ouvir o público é mais que apenas ter noção de sua posição contra outros no mercado. A escuta adequada envolve um sentido de afeto e conexões emocionais através de uma interação. É estar ciente do humor, pensamentos e sentimentos. Quando isso é feito corretamente é possível perceber essas vozes surgirem através de um post em mídia social.

 

Leave Your Comment