Adwords: 20 dicas para uma campanha de sucesso

Quem fica intrigado com o Google ser uma super potência mundial em serviços já que seus produtos geralmente são gratuitos, precisa compreender essa máquina de Adwords, a mais potente ferramenta de marketing do mundo.
Essas dicas abaixo não são necessariamente simples de assimilar, mas tanto para profissionais, quanto para aventureiros amadores em Adwords, é muito bom assimilar para extrair o melhor possível desta ferramenta, já que a disputa e o preço, tá cada vez mais agressivos.

1.Cuidado com as métricas

CTR – clique to rate, ou ainda em bom português, a taxa de cliques versus número de exibições, é uma das boas métricas para verificarmos o quanto uma palavra-chave está com bom desempenho, mas muitas vezes, isso não significa que esta tem a melhor taxa de conversão, que é o que realmente importa em matéria de ROI.

2.CTR torne-o relevante

Essa porcentagem de pessoas que clicam ao ver seu anúncio pode ser otimizada. Quando o custo por clique está baixo e o CTR alto, há a oportunidade de investir mais no clique e subir posições na exibição.

3. Call-to-action

Chamada para a ação é a arte de deixar bem claro o objetivo. É o botão que leva à concretização seja ela a venda, o acesso ao conteúdo que se deseja oferecer. Nítido, claro, importante.

4. Landing-page

É uma página especializada naquilo que você deseja vender. Uma página destino que melhor represente o universo da tua oferta. É comum que se confeccione uma página exclusiva para atender como destino da campanha de Adwords.

5. Sitelink

Adicione sitelink ao seu anúncio. Apesar de opcional, ele aumenta em muito a área de exposição do anúncio, aumentando consequentemente as conversões.

6. Correspondência ampla

Por padrão no setup de palavras-chave os termos entram definidos como de correspondência ampla. Apesar de gerar melhor volume de buscas por conta do range de combinações de palavras que proporciona, ele tende a misturar-se à buscas que tem pouca relevância com o seu anúncio, além disso no planejamento vai chover palavras-chave caríssimas. Prefira a correspondência de frase ou seja, não use correspondência ampla nunca.

7. Long-tail

Long tail é ótimo para se fazer campanhas economicamente mais interessantes, mas não leve-o tão a sério assim. Avalie caso a caso. Long-tail raramente é boa opção quando se deseja bom volume de buscas.

8. Palavras-chave

Palavras-chave são termos de busca, palavra-chave simples pouco ou raramente funcionam. Raciocine como quem está buscando aquilo que vocês está anuncionando.

9. Variações de correspondência

Não economize na hora de criar diferentes variações e ainda repita combinações dentro dos tipos de correspondência exata, ampla e de frase. Este é o melhor teste A/B para saber qual variação atrai mais cliques.

10. Palavras-chave negativas

Negativar palavras não é uma escolha, é um dos principais pontos de otimização e não se deve começar uma campanha sem raciocinar muito bem sobre termos a negativar. Exemplo : Você está anunciando roupas masculinas e corre o sério risco de pagar por cliques de quem procura por “aluguel de trajes masculinos”.

11. Campanha

Uma campanha é formada por grupos de anúncios cheios de palavras-chave. O melhor caminho para criar anúncios relevantes é organizando-os por temas.
Exemplos de grupos: Camisas, Calças, Fitness

12. Display x Busca

Campanhas de Busca tem um comportamento, as de Display tem outro, cada cal requer estratégias de construção de anúncio completamente diferente e por este motivo é melhor que estejam mesmo separadas.

13. Taxas de Conversão variadas

O Google continua sempre aprimorando a ferramenta Adwords e nem sempre isso fica claro para os usuários rotineiros ou novos. É possível alterar os lances dinamicamente dependendo da localização, hora do dia, dispositivo e dia da semana. Resumindo, ao atingir um lead potencial à noite (mobile), em um sábado, em São Paulo você está segmentando a exibição para uma probabilidade específica, aumentando o lance para obter o target.

14. Segmentação por raio

Embora sempre seja uma tentação aumentar o raio de alcance usando a segmentação por raio,, nem sempre isto é útil. O recomendável é selecionar manualmente os locais ou no mapa do adwords.

15. Anúncios mobile

Se você é daqueles que acha que ninguém vê anúncio em celular ou que clicam acidentalmente e isso aumenta seus custos, você está quadradamente enganado. Mais de metade das buscas já é feita em ambiente mobile e o lead é mais qualificado por ser mais propenso à conversões por ser mais adaptado ao uso de recursos digitais.

16. Tablets

Para o adwords, o desktop e o tablete são tratados de igual maneira. O tablete já não é mais considerado um ambiente móvel.

17. Adwords x Google.com

Entenda que Adwords não é só para o ambiente da busca do Google. Anúncio de lista de produto, anúncio mobile, Adwords Express, Retargeting, Extensões de App, Extensões de Oferta, Extensões de email. Marketing Digital é o resultado possível de um conjunto de ações.

18. Anúncio de lista de produtos

Se o seu caso é SEM de loja virtual, é vital anunciar no Merchant Center que são uma parte significativa dos resultados de busca do Google.

19. As 3 primeiras posições

Invista no CPC mais alto mas lute pelas 3 primeiras posições tanto em desktop, quanto mobile.

20. Índice de qualidade

Os índices de qualidade de palavras-chave mudam sempre, isto é a razão para a seguinte lei: – Nunca pare de otimizar.
Muitos clientes auto-didatas reclamam que fizeram AdWords e não obtiveram resultado. Provavelmente eles fizeram o setup e se esqueceram de que uma boa campanha é o resultado do acompanhamento e otimização constantes.